Quadrilhas juninas são caloteadas pelo governo Rosalba - Jornal Potiguar

Últimas

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Quadrilhas juninas são caloteadas pelo governo Rosalba


Quadrilhas juninas de várias cidades do Estado cobram publicamente, utilizando-se também de redes sociais, o pagamento do Mossoró Cidade Junina, evento finalizado há quatro meses.

Neste ano, com diversas interdições e camarotes caindo, o Mossoró Cidade Junina foi considerado o pior de todos os tempos, causando medo em que ia visitar os festejos. Por conta dessa desorganização, quadrilheiros não puderam se apresentar inicialmente na arena montada na Avenida Rio Branco, sendo transferidos para a Escola Municipal Manoel Assis. Por conta disso, algumas não puderam se apresentar porque quando iam começar a polícia ambiental apreendeu o som do evento.

“Nos sentimos enganados, pois acreditamos na palavra de alguém que representa a Cultura de Mossoró e que pediu que a gente confiasse nele”, revelou Francinalda Amorim, diretora da quadrilha junina Encanto do Nordeste, do município de Umarizal. Ela cobra os R$ 4 mil prometidos à quadrilha pela Secretaria de Cultura, como indenização pelo fiasco ocorrido na competição.

“Todas as quadrilhas que não se apresentaram seriam indenizadas com R$ 4 mil cada uma para pagar as despesas de viagem perdida que demos”, explicou Francinalda.

As quadrilhas que devem receber a indenização são: Encanto do Nordeste (Umarizal), Junina São João (Natal), Coração Junino (Umarizal), Napisada do Sertão (Triunfo Potiguar), Tradição Junina (Pau dos Ferros) e Espalha Brasa (Grossos).

Com informações do Mossoró Hoje

Nenhum comentário:

Postar um comentário