Banca organizadora para o concurso da PM/RN já está definida - Jornal Potiguar

Últimas

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Banca organizadora para o concurso da PM/RN já está definida


Sem concurso há 12 anos, Polícia Militar possui um déficit superior a 5.200 cargos


Foto: Divulgação

O concurso público para o quadro de Praças da Polícia Militar do Rio Grande do Norte (PM/RN) teve a sua banca organizadora definida após publicação do termo de dispensa de licitação [disponível no final da matéria]. Trata-se do Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo – IBADE.
De acordo com o Secretário de Estado da Administração e dos Recursos Humanos, Cristiano Feitosa Mendes, o concurso deve ter o edital publicado já nas próximas semanas. Este certame – que é bastante aguardado, vai ofertar um total 1.000 vagas, sendo um percentual [ainda indefinido] destinado ao destacamento feminino.
São notícias que sem dúvida trazem mais ânimo aqueles que sempre se atualizam nos estudos e a sociedade como um todo que receberá esse incremento na segurança pública do estado. Caso você seja aprovado no Concurso PM/RN para Soldado /Praça, receberá R$ 2.904 mil reais após o curso de formação (valores referentes a março de 2016).
Alteração na Lei de ingresso dos concursos PM/RN
O governador Robinson Faria enviou e foi aprovado pela Assembleia Legislativa uma nova Lei de Ingresso dos militares estaduais, atendendo a um pleito da secretária da Segurança do RN, Sheila Freitas, e dos comandantes da Polícia Militar (PMRN), coronel Osmar de Oliveira, e Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN), coronel Sócrates Vieira.
De acordo com a Lei, nos concursos futuros para praças, será exigido o diploma de nível superior, enquanto para oficiais se fará necessário o bacharel em Direito. Lembrando que o edital do concurso para praças da Polícia Militar que será lançado nas próximas semanas, será para nível médio. “Fico feliz em poder atender a esse pleito e conseguir aumentar o efetivo da Polícia Militar”, afirmou o governador Robinson Faria.
Foto: PMRN/Cabo Glaúcia
Déficit de pessoal
Sem concurso há 12 anos, a PM/RN tem, atualmente, cerca de 8.200 policiais, na ativa. O ideal, previsto em lei, é de 13.466 militares – o que significa um déficit de
5.266 pessoas.
Do certame realizado em 2005 até os dias atuais, a PM vivenciou diversos trâmites judiciais no ingresso dos aprovados, aumento de pedidos de aposentadoria e adiamentos na realização do novo concurso.
Somente em 2017, cerca de 200 policiais pediram a aposentadoria da corporação, o que agrava ainda mais o déficit de pessoal. Outra preocupação que reforça a necessidade de um novo concurso, além do déficit de pessoal, é o envelhecimento dos policiais. O soldado mais novo tem 30 anos e ingressou no último concurso, de 2005, com a idade mínima de 18. Quem entrou com a idade máxima de 30 anos já está dentro da média de idade de aposentadoria da Polícia Militar – menos de 50,
de acordo com uma pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada de abril de 2017.
Números
8.200 é a estimativa do efetivo atual da Polícia Militar do RN;
13.466 é o efetivo ideal, previsto em lei para a corporação;
5.266 é o déficit de policiais militares no Rio Grande do Norte;
200 policiais pediram aposentadoria este ano;
137 policiais da reserva se inscreveram para voltar a ativa.
Detalhes
Concurso: PM/RN
Banca organizadora: IBADE
Escolaridade: Nível Médio
Número de vagas: 1.000
Remuneração: R$ 2.904
Situação: CONFIRMADO
Publicação do edital: 2017
Termo dispensa de licitação: Diário Oficial do Estado


Under Creative Commons License: Attribution 

Nenhum comentário:

Postar um comentário