Prefeitura de Galinhos gasta quase R$ 400 mil com artistas, som, tendas e palcos - Jornal Potiguar

Últimas

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Prefeitura de Galinhos gasta quase R$ 400 mil com artistas, som, tendas e palcos

No Império Romano quando o momento era de crise, tudo era escasso, para o povo se acalmar, não reclamar e, não se revoltar contra o poder dominante da época, era utilizado à política do “pão e circo”.  Esses espetáculos envolviam homens e animais selvagens, também eram realizados eventos como corridas de bigas, quadrigas, acrobacias, bandas, palhaços e corridas de cavalos.
Enquanto o espetáculo acontecia, alguns servos eram incumbidos de jogar pão nas arquibancadas. Dessa forma o povo não reclamava dos problemas que os acometia ou alguma crise política que poderia estar em pauta no momento.
Ao patrocinarem a diversão e a comida gratuita ao povo, o mesmo se esquecia, momentaneamente, desses problemas e, quando se lembrassem, os fervores do momento já havia passado.
Dessa forma, o povo de barriga cheia e diversão garantida ficavam mais calmo, pacífico e voltava para casa sem reclamar e protestar das injustiças sofridas, se sujeitando uma vez mais aos desmandos dos Césares da época e relegando as decisões importantes a esses líderes políticos sem participarem ativamente do processo.
A política do pão e circo que foi muito utilizada na Roma antiga continua muito atual na cidade de Galinhos, o que demonstra mudarem-se os povos, os lugares, mas não o modo de agir do ser humano, na gestão do Prefeito Francinaldo Cruz, mas conhecido por irmão Naldo.
Pois bem…
O município de Galinhos encontra-se em estado de calamidade pública, segundo o publicado no Diário Oficial do Estado, mas isso não impediu que a Prefeitura Municipal  fizesse uma verdadeira estripulia com o dinheiro do povo na festa da padroeira da cidade.
Foram quase R$: 400 (quatrocentos mil reais) gastos  com despesas em contratação de artistas, como Solange Almeida, ex-vocalista da banda aviões do forró e outros, locações de tendas, banheiros, som, palcos e demais equipamentos para a realização do evento que ocorreu no ultimo sábado, dia 18 de agosto do corrente ano.
O que chama a atenção é que na festa foi montado um camarote VIP “exclusivo” com direito a segurança, Buffet para celebridades política local e do estado convidadas pelo presbítero e prefeito irmão Naldo. O cheiro do povo parece incomodá-lo, e ele preferiu ficar na festa com sua turma em camarote reservado longe daqueles que o elegeram a prefeito.
Até agora não houve prestação de contas e nem os vereadores da oposição ao governo do município solicitaram qualquer tipo de explicação. Há quem afirme na cidade que os vereadores oposicionistas estão no mesmo pacote, finge ser oposição para o povo, e faz vista grossa aos atos absurdos da Prefeitura. Em miúdos… Em Galinhos não tem oposição ao prefeito! Mas não me pergunte os porquês.
Na contramão do que se apregoa atualmente na ilha de todo os santos e na cidade sem LEI, não houve economia alguma, e enquanto se gastava quase R$: 400 mil com a festa, infelizmente ainda existem na cidade servidores comissionados com 4 meses de salários atrasados, a educação sofre com a falta de aulas, é uma precariedade quase não tem.
A limpeza pública deixa a desejar, é lixo pra todo lado na cidade, na saúde um médico que só faz atendimento fazendo política. O prefeito não se preocupa se seus atos são irregulares ou não, quem manda em Galinhos é o Prefeito Francinaldo e ponto final.
A reforma do posto anda a passos de tartaruga, enquanto a promoção pessoal é sua marca principal. A “política do pão e circo” adotada pela atual administração de Galinhos é uma invenção do Império Romano.
Basicamente era uma forma de administração pública que distribuía alimentos e promovia muitos espetáculos para o povo sofrido, para que este, embriagado por essas dádivas, se desligasse dos problemas na alta administração imperial e não se revoltasse.
Com isso, os governantes continuavam a dirigir o império da maneira como queriam. Assim faz claramente o atual Prefeito de Galinhos!
A cidade parou para curtir e assistir o espectáculo promovido pela Prefeitura Municipal.  Pessoal da região também prestigiaram a grande festa. 
“Solange Almeida”, ex-vocalista da banda Aviões do Forró, foi contratada para tocar na festa pelo o valor de  nada mais, nada menos, do que R$: 90 (noventa mil reais).
Camarote VP montado para o prefeito Francinaldo Cruz e seu grupo politico.
Fotos: Eurípides Dias
Fonte: Guamareemdia

Nenhum comentário:

Postar um comentário