Zona Rural de Portalegre sofre com a falta de médicos - Jornal Potiguar

Últimas

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Zona Rural de Portalegre sofre com a falta de médicos


Com a saída dos médicos cubanos do Brasil, após declarações do Presidente eleito- Jair Messias Bolsonaro- algumas zonas rurais da cidade de Portalegre encontram-se sem médicos há cerca de oito dias. A saída dos profissionais cubanos afetaram principalmente as comunidades Quilombolas do município. Os moradores da comunidade Quilombola do Sobrado, sitio a 4 km da cidade, falam a respeito da perda do atendimento, principalmente porque ela afetou mais os idosos e doentes crônicos do local.

No geral, a médica cubana atendia cerca de 60 famílias daquele lugar e prestava um serviço de qualidade e prevenção, segundo os próprios moradores.

Iunar Firmino, de 65 anos, que tem problemas de pressão alta, já sente a falta do atendimento semanalmente e teme o que pode acontecer futuramente.

Nosso jornal procurou saber quando o atendimento voltaria ao normal e constatou que não há previsão.

Fonte: O Correspondente

Nenhum comentário:

Postar um comentário