Setor da beleza aponta período junino como o segundo melhor do ano - Jornal Potiguar

Últimas

sexta-feira, 10 de maio de 2019

Setor da beleza aponta período junino como o segundo melhor do ano


Com a proximidade do período junino e a divulgação feita pela Prefeitura da programação do Mossoró Cidade Junina 2019, empresas do segmento de beleza já começaram a se preparar para atender a demanda de clientes, que aumenta nessa época do ano. Com o crescimento da procura por serviços, os salões de beleza em Mossoró já apontam o mês de junho como o segundo melhor período do ano em termos de faturamento.
Com as festividades promovidas pelo município e o aumento do fluxo de turistas na cidade, a procura por serviços de beleza chega a triplicar em alguns salões, durante o mês de junho. Para atender a demanda, o salão da empresária Yandra Barros, localizado no bairro Nova Betânia já prevê aumentar a equipe. “Nosso mês junino é sempre programado com antecedência. Preparamos e aumentamos a equipe para comportar a demanda. A alegria do mês é contagiante e o fluxo triplica”, frisa a empresária.
Com um salão no bairro Santo Antônio, a empresária Danielle Rebouças também se prepara para o período junino e diz que desde maio a demanda por serviços começa a aumentar. Para ela, o faturamento do mês de junho é tão bom quanto o do mês de dezembro. “Em maio, os clientes já começam a procurar por serviços de mechas, alisamento orgânico, escova e maquiagem. “, explica.
Comparados com outros meses do ano, o período junino é o segundo melhor mês em faturamento para os estabelecimentos de beleza. Ficando atrás apenas do mês de dezembro. É o que aponta a Associação de Profissionais da Beleza – APAB/RN. Com mais de 100 associados em Mossoró, a expectativa da entidade é que em 2019 o movimento nos salões seja ainda maior. “ Depois de dezembro, o mês de junho é o melhor em faturamento para os profissionais da beleza. E esse ano, com a programação que a Prefeitura divulgou a expectativa é que o faturamento seja ainda melhor”, comenta a diretora da associação, Cristina Santos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário