O Coronavírus SARS-CoV-2, causador da Covid-19, provavelmente se originou em uma fazenda de animais exóticos no sul da China, segundo Peter Daszak, presidente da EcoHealth Alliance e um dos integrantes da delegação da Organização Mundial da Saúde (OMS) que investigou a origem da Pandemia na China no início deste ano.

Em entrevista exibida nesta terça-feira (16) pela rádio americana NPR, Daszak disse que uma equipe de investigadores da OMS enviada à China, da qual fez parte, encontrou novas provas de que as fazendas de animais selvagens estavam abastecendo o mercado de Huanan, em Wuhan, na província de Hubei.

Segundo Daszak, a rápida reação do governo chinês para fechar essas fazendas é uma demonstração de que a mais provável via de transmissão do Coronavírus foi de morcegos para algum tipo de animal selvagem criado em cativeiro no sul da China. Depois, humanos foram contagiados.

O investigador argumentou que ele e outros especialistas da equipe que visitou a China no começo do ano acreditam que o morcego que incubou o primeiro coronavírus Sars-CoV-2 procedia da província de Yunnan ou do vizinho Mianmar.

– Acredito que o Sars-CoV-2 primeiro contagiou pessoas no sul da China. Parece que foi assim – comentou o especialista.

Post a Comment

Facebook

header ads
header ads
header ads