Mais de 1,8 milhão de potiguares já receberam pelo menos uma dose ou dose única das vacinas ofertadas contra o coronavírus.

O Rio Grande do Norte atingiu, nesta terça-feira (17), a marca de 1,8 milhão de potiguares maiores de 18 anos vacinados com a primeira dose ou dose única contra a Covid-19. O número representa 70% da população adulta do estado. Os números são do RN Mais Vacina, que monitora o processo de imunização no estado.

O total de pessoas no estado que já se vacinaram com as duas doses do imunizante é de 730 mil, equivalente a 27% das pessoas totalmente imunizadas.

Ainda de acordo com o sistema de monitoramento da campanha de vacinação contra a doença, até agora o Rio Grande do Norte já recebeu um total de 3.279.040 doses de quatro tipos diferentes de vacinas: Coronavac/Butantan, Oxford/AstraZeneca, Pfizer e Jansen.

De acordo com último Censo do IBGE, a população potiguar chega a 3.534.165. A expectativa do Governo do estadual é vacinar toda população maior de 18 anos contra a Covid-19 até setembro de 2021.

D2 atrasada

De acordo com a plataforma RN Mais Vacina, aproximadamente 48 mil potiguares estão com a segunda dose em atraso no RN.

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) alerta a população para procurar o posto de vacinação mais próximo de sua residência para completar o esquema vacinal contra a Covid-19.

A orientação da Sesap aos municípios, responsáveis pela imunização, é que seja feita a busca ativa daqueles que não registraram a aplicação da segunda dose.

A imunização contra o coronavírus só acontece 15 dias após a aplicação da D2.

Vacinação de crianças e adolescentes

O Rio Grande do Norte pretende iniciar a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos de idade contra a Covid a partir do dia 1º de setembro. A imunização será iniciada pelos grupos prioritários dessa faixa etária, segundo a Sesap.

Os adolescentes precisam estar cadastrados na plataforma RN Mais Vacina – o cadastro foi aberto no fim do mês de julho.

Ocupação de leitos

Dados do Regula RN apontam que a taxa de ocupação de leitos críticos por Covid no estado é de cerca de 35% e, no momento, não há nenhum paciente aguardando por vagas em leitos Covid.

Há um mês, o RN registrava cerca de 53% de ocupação em leitos críticos. Em 16 de junho, mais de 86% dos leitos críticos estavam ocupados por pacientes acometidos pela doença.

Cenário otimista

De acordo com o indicador composto para monitoramento da pandemia no RN, emitido pelo Comitê de Especialistas, entre 10 e 16 de agosto, 18,6% dos municípios potiguares apresentaram uma melhora; 68,9% mantiveram um quadro de estabilidade; e, 12,6% registraram uma piora da pandemia.

Em julho, 87 dos 167 municípios potiguares não registraram óbitos por Covid. O número representa 52% das cidades do RN.

Post a Comment

Facebook

header ads
header ads
header ads