“Determinei ao secretário de Segurança, coronel @CoronelAraujoPM, e à delegada-geral da Polícia Civil, dra. Anna Cláudia, a apuração imediata e rigorosa do caso que envolveu um quilombola em Portalegre e que deixou a todos estarrecidos. O Governo do Rio Grande do Norte não será conivente e não compactuará com manifestações eivadas de discriminação, intolerância, ódio e abusos de quaisquer naturezas”.

Segundo a revista Fórum, o comerciante, por nome de Alberan Freitas, amarrou o quilombola Luciano Simplício e arrastou pela rua.

Segundo a Fórum, Alberan teria espalhado pela cidade que o quilombola era ‘bandido e drogado’. Isso teria gerado revolta no rapaz, que reagiu jogando pedras no estabelecimento.

O quilombola está em situação de rua desde que perdeu os pais, ainda segundo reportagem da Fórum.

Foto e vídeo: reprodução
Fonte: Blog Saulo Vale

Post a Comment

Facebook

header ads
header ads
header ads