Equipe médica também descartou morte cerebral 

Nesta terça-feira (22), a equipe do Hospital Primavera, que trata o caso da cantora Paulinha Abelha, internada há mais de uma semana, participou de uma coletiva de imprensa para falar sobre o estado de saúde da cantora, sobre o atual tratamento e sobre o que pode acontecer com ela. Entre os temas abordados, eles falaram que ela está com um quadro severo, bastante grave, mas que se manteve estável nos últimos dias. Os médicos também afirmaram que ela está em coma profundo.

Também foi abordado um tema que surgiu nas redes sociais nos últimos dias, sobre uma possível morte cerebral da artista, algo que foi descartado pela equipe. De acordo com os médicos, neste momento, não há nada que identifique uma morte cerebral, sendo realizados vários testes todos os dias. Confira abaixo a fala do médico.

Além disso, também foi falado sobre o histórico de Paulinha nos últimos dias, desde a sua internação até o momento. Veja o vídeo abaixo!


Durante a coletiva, também foi perguntado sobre a possibilidade da cantora ficar com sequelas, caso acorde do coma e se recupere, mas os médicos preferiram não falar sobre a situação, já que no momento a os esforços são para manter a vida da artista.

"Hoje nosso interesse é mantê-la viva e não está sendo uma missão fácil, viu? Por isso não me sinto à vontade para falar de sequelas em um paciente que nosso compromisso no momento é manter viva. Sequelas, falamos depois, se ela sobreviver"

Os médicos ainda fizeram um apelo para que a imprensa só use os boletins oficiais como fonte de informação. Eles negaram que Paulinha teve um quadro de meningite bacteriana.

Já sobre os boletins oficiais, a assessoria informou que apenas um boletim por dia será divulgado, entre às 11h30 e 12h, a não ser que haja alguma alteração no quadro fora deste horário.

Post a Comment

Facebook

header ads