Jair Bolsonaro foi aconselhado hoje pela manhã por aliados, durante várias reuniões no Palácio do Planalto, a reconhecer a derrota para Lula, pensando principalmente nas eleições de 2026.

Conforme apurou O Antagonista, Bolsonaro conversou com seu candidato a vice, general Braga Netto, com o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) e integrantes do primeiro escalão com os ministros do GSI, general Augusto Heleno, e da Secretaria-Geral da Presidência, Luiz Eduardo Ramos.

Durante as conversas, o presidente da República foi aconselhado a agradecer aos 58,2 milhões de votos obtidos na eleição de ontem e a fazer um discurso reafirmando seu papel de principal nome da oposição ao governo Lula – em um tom semelhante ao adotado por Aécio Neves (PSDB), em 2014.

Para aliados, Bolsonaro terá total condições de voltar ainda mais forte em 2026, mas para isso seria importante um gesto no sentido da pacificação nacional, algo que já foi feito por alguns de seus correligionários, como, por exemplo, o governador eleito de São Paulo e ex-ministro, Tarcísio de Freitas (Republicanos).

O Antagonista

Post a Comment

Facebook

header ads